terça-feira, 1 de maio de 2018

RH : ESTUDOS HAWTHORNE.

RH - Os líderes e a busca pelo alto desempenho das equipes


Resultado de imagem para estudos hawthorne

Data.: 20/12/2007
Fonte.: RH.com.br

Vivemos na era da globalização, onde as organizações estão em constante corrida pela competitividade expressa em inovação de produtos e serviços, redução de custos e lucratividade. Porém para se construir tudo isso, é necessário voltar forças para a busca pelo alto desempenho das equipes.
A busca pelo desempenho nas atividades do trabalho, seja ele qual for, é, primordial para o sucesso das organizações. No livro "Fator humano e desempenho", Peter Drucker estabelece cinco fatores determinantes para o alcance do desempenho pelos profissionais. São eles:

* Fisiológico: seu corpo precisa estar adaptado e necessita controlar o ritmo de velocidade e atenção necessários para executar o trabalho.

* Psicológico: precisa se sentir identificado com o que faz.

* Vínculo social e comunitário: seu trabalho, sua posição na empresa estabelece sua posição na sociedade e sua forma de criar vínculos.

* Meio de vida e como salário: é o fundamento econômico gerado pela troca da força de trabalho e precisa atender aos gastos de sua família, às suas aspirações e à sua posição social.

* Relação de poder: as determinações, culturas e valores da organização sobre o indivíduo na forma de supervisão, prazos, horários, planos de carreiras etc.

Somado a estes fatores, pesquisa realizada pelo Great Place to Work Institute, no Brasil, revelou que os requisitos principais para os indivíduos se sentirem motivados para o trabalho são: a admiração por seus superiores, o orgulho pela empresa que trabalham e o bom relacionamento com seus colegas.

Isto comprova que altos salários e benefícios são importantes, pois os trabalhadores também almejam realizações financeiras, mas não são premissas básicas para o envolvimento e o comprometimento dos colaboradores.

Esta e outras pesquisas confirmam os Estudos Hawthorne* defendidos pelo psicólogo australiano Elton Mayo, já em 1927, que trabalhadores satisfeitos, motivados, integrados ao processo de trabalho como um todo, produzem resultados expressivos e de excelência à organização.

Com estes dados podemos iniciar nossa compreensão de que os resultados de um alto desempenho são desencadeados por vários fatores: percepção e valorização das recompensas pelo indivíduo (financeiras, de reconhecimento, de desenvolvimento etc.), estabelecimento de ambientes desafiantes, concessão de maiores responsabilidades e autonomia (empowerment), bom relacionamento com a chefia e pares (ambiente saudável), o conhecimento da missão, visão, valores e cultura da organização. Esta última muitas vezes não está escrita em manuais, mas se expressa no comportamento do dia-a-dia da organização, construída através da compreensão dos indivíduos.

Os líderes ou os empresários que queiram atingir níveis de excelência deverão entender a diferença individual de cada um dos elementos participantes do processo e agir segundo os níveis de competências dos liderados, assumindo assim papéis diferenciados, já que não são meros recursos, mas seres humanos. Além disto, é necessário conhecer bem o negócio da organização para definir a escolha da ferramenta mais adequada para avaliar o desempenho dos profissionais de forma objetiva, imparcial e eficaz. Desenvolver e estimular os participantes nos processos avaliatórios em compartilhar suas dúvidas e dificuldades (mesmo que estas sejam provenientes dos próprios líderes), através do uso da comunicação assertiva.

Líderes e colaboradores devem ser e estar preparados para receber feedback, pois se este processo não for bem conduzido, pode causar descrédito, desgaste no relacionamento entre líderes e equipe e ficar extremamente distante do seu real propósito que é o de avaliar os pontos fortes do desempenho e aqueles que precisam ser melhorados (ou mudados) e, desta forma, todos - organização, líderes e colaboradores - conseguirem atingir suas metas.

Para o desenvolvimento da alta performance pessoal, da equipe e do próprio negócio é primordial que os líderes, respaldados pela alta direção, busquem subsídios internos e externos, de forma contínua, responsável, participativa, ética e focados nas reais necessidades da organização.

* Os Estudos Hawthorne foram realizados entre 1924 e 1927 na Western Eletric Company, localizada na cidade de Hawthorne, Estado de Illinois nos EUA pelo psicólogo industrial Elton Mayo e seus colegas da Universidade de Harvard com o objetivo de identificar os fatores que interferiam no desempenho dos trabalhadores. 


CONHEÇA  MAIS :

http://www5.fgv.br/ctae/publicacoes/Ning/Publicacoes/00-Artigos/JogoDeEmpresas/Karoshi/glossario/ESTUDOS.html

Maricélia Souza - Consultora de RH

Nenhum comentário: